No Testimonial Found.

História da Associação Grupo Semente Esperança

 ASSOCIAÇÃO GRUPO SEMENTE ESPERANÇA
Grupo de apoio aos assistidos em tratamento de câncer de Araguari

 HISTORIA

 No ano de 2007 um grupo de mulheres araguarinas, sensibilizadas com o trabalho do “Grupo Luta pela Vida”, deslocavam-se desta cidade para o Hospital do Câncer, na cidade de Uberlândia, prestando sua colaboração voluntária em atividades de apoio aos pacientes e seus acompanhantes. Fizeram um bom trabalho.

 O Grupo “Luta pela Vida”, percebendo a necessidade da extensão de seu trabalho nas cidades vizinhas buscou, com o apoio das voluntárias e a receptividade da cidade de Araguari, criar o primeiro núcleo de apoio aos assistidos na cidade objetivando atender aos que precisassem de assistência, além do tratamento hospitalar. Assim, levando em conta as instruções recebidas, as experiências adquiridas, a solidariedade e entusiasmo dessas voluntárias, o Grupo “Luta pala Vida” incentivou as araguarinas a fundarem   A Associação Grupo Semente Esperança em Araguari.

 Este processo de registro do Grupo, foi sendo estruturado em várias reuniões, com membros da diretoria do Grupo “Luta pela Vida”, autoridades da cidade de Araguari na área de saúde, e voluntários de várias entidades filantrópicas, em debates, projetos e estudo da legislação.

 A Associação Grupo “Semente Esperança” em apoio aos assistidos em tratamento de câncer da cidade de Araguari, exerce uma Atividade de Defesa dos Direitos Sociais. Foi criada em 22 de setembro de 2007, CNPJ 09.219.133/0001-28, com sede à Rua da Glória, nº.92, Centro - Araguari/Minas Gerais, declarada de Utilidade Pública Municipal – Lei 4.414 de 14/05/2009 e Utilidade Pública Estadual- Lei 20.503 de 03/12/2012, Atualmente está instalada na Rua Cel. José Ferreira Alves, 705 – Centro - Araguari. Em 11 de agosto de 2007 foi eleita a primeira Diretoria.

A Associação Grupo Semente Esperança – treina, planeja e coordena as atividades dos voluntários que desenvolvem ações de suporte aos assistidos com câncer e seus familiares. Este suporte abrange cuidados especiais nas atividades de vida diária (higiene, alimentação, locomoção e vestuário) instruções e acompanhamento das medicações e orientações gerais.

O atendimento domiciliar contribui para um menor número das internações e dos custos hospitalares; a redução do risco de infecções; a manutenção do paciente no núcleo familiar e o aumento da qualidade de vida deste e seus familiares.

Desta forma, com o tempo dedicado ao atendimento domiciliar, frequentemente é “gestado” o cuidador na própria família, dando mais segurança ao paciente.

 O trabalho desenvolvido pela Associação Grupo Semente Esperança, e o contato com os pacientes e suas famílias, tem sensibilizado a sociedade e facilitado à adesão a causa, bem como a indispensável contribuição dos mais diversos setores públicos sob a forma de doações, patrocínios, eventos, e vem gerando parcerias com a iniciativa privada e demais forças de captação de recursos.

 Foram as pioneiras:

- Célia Marize M. Carrijo

- Doris S. M. Araújo

- Eneldina Juraci Ferreira Fagundes

- Maria Aparecida Peixoto Cruz

- Maria do Carmo S. Araújo

- Raquel Sales Costa

- Teresinha Ogando

- Zélia Regina S. Sousa